Ir para o conteúdo

Numa peça de teatro, muitos olhares se entrelaçam. Os olhares de direção, elenco, cenografia, iluminação, os da plateia... Há também os olhares das pessoas que estudam o teatro e pensam este espaço teoricamente. Todas essas perspectivas são importantes. Pensando nisso, o Museu da Vida está organizando o evento "Ciência e teatro: múltiplos olhares", que reunirá artistas e acadêmicos das áreas do teatro e da divulgação científica para debater a prática teatral que enxerga na ciência um campo fértil para criação. O encontro acontecerá no dia 16 de setembro, das 9h às 17h - já no aquecimento para a Semana da Primavera de Museus -, na Tenda da Ciência do Museu da Vida. Contará com tradução simultânea (inglês-português), intérprete de Libras em parte da programação e transmissão ao vivo. A entrada é gratuita.

Segundo Carla Almeida, pesquisadora do Núcleo de Estudos da Divulgação Científica no Museu da Vida, o objetivo é ampliar a discussão sobre as interações entre ciência e teatro, somando a ela visões de múltiplos campos e de diferentes profissionais. "Embora a divulgação científica incorpore cada vez mais as artes cênicas em suas iniciativas práticas, a produção acadêmica sobre essas interações ainda é escassa e fragmentada na área”, afirma Carla, responsável pela curadoria do evento.

Ela acrescenta que os estudos sobre essa temática circulam pouco no meio profissional, de modo que dificilmente estimulam reflexões e mudanças no setor. “É importante que a pesquisa se alimente mais da experiência prática e vice-versa, por isso a relevância de haver um diálogo mais profícuo entre todos os atores envolvidos”, defende a pesquisadora.

O evento mesclará conferências, mesas-redondas e performances artísticas, conduzidas por atores, diretores, comediantes e pesquisadores, que certamente irão ajudar a ampliar o debate sobre as artes cênicas no âmbito da divulgação científica, campo que compartilha anseios e ambições com o campo teatral. Ao final, haverá espaço para conversas mais informais durante o coquetel de encerramento do evento. No dia, será possível preencher uma lista declarando interesse em receber certificado de participação, o qual será enviado posteriormente por e-mail. O encontro não requer inscrição prévia. 

Confira a programação do evento “Ciência e teatro: múltiplos olhares”. Participe e compartilhe!

 

Programação

9:00-9:30 Café de boas-vindas

9:30-10:30 | 1ª Conferência: Performance, narrativa e divulgação científica
 
Emma Weitkamp, pesquisadora da UWE Bristol, com experiência em estudos e ações que exploram a interface ciência e artes cênicas no contexto da divulgação científica

Apresentação: Carla Almeida, pesquisadora do Núcleo de Estudos da Divulgação Científica, do Museu da Vida
 
10:30-12:00 | 1ª Mesa-redonda: Ciência e artes cênicas: a experiência de quem faz (Contará com intérprete de Libras)
 
Convidados
. Leticia Guimarães, atriz e diretora teatral do Ciência em Cena, teatro do Museu da Vida
. Joana Lebreiro, diretora teatral e professora de atuação no Bacharelado em Teatro da Faculdade Cesgranrio 
. Marcos Castro, mestre em matemática e comediante
. Roberto Rodrigues, ator que tem trabalhado em montagens recentes do Ciência em Cena, como "A vida de Galileu", "O rapaz da rabeca e a moça Rebeca" e “O problemão da Banda Infinita”

Moderador
. Renato Farias, ator e fundador da Companhia de Teatro Íntimo e apresentador do Canal Saúde


12:00-12:15 | Performance do comediante Marcos Castro
 
12:15-13:30 | Intervalo para almoço
 
13:30-14:30 | 2ª Conferência: Por que fazer teatro hoje? (Contará com intérprete de Libras)
 
Vilma Melo, atriz, professora e vencedora do Prêmio Shell 2017, na categoria Melhor Atriz pelo espetáculo Chica da Silva – o musical 

Apresentação: Rebecca Gotto, atriz, trans, negra e uma das protagonistas de "Cidadela", peça em cartaz no Museu da Vida
 
14:30-16:00 | 2ª Mesa-redonda: Estudos sobre ciência, teatro e educação
  
Convidados
. Leonardo Moreira, professor da UFRJ-Macaé e coordenador do Projeto Ciênica, que articula ciência e artes cênicas
. Paulo Ricardo Merisio, professor do Centro de Letras e Artes da Unirio e coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Processos de Criação no Teatro para a Infância e Juventude
. Marcos Marcelo Soler, encenador e pesquisador da Escola e Comunicações e Artes (ECA/USP), com experiência em jogos teatrais e pedagogia do teatro
. Thelma Lopes, atriz, mestre em teatro e doutora em ciências. Foi coordenadora do Ciência em Cena e atualmente é servidora da Fundação Cecierj

Moderadora: Carla Almeida, pesquisadora do Núcleo de Estudos da Divulgação Científica, do Museu da Vida
 
  
16:00-16:15 | Apresentação de músicas do espetáculo "O problemão da Banda Infinita", em cartaz no Museu da Vida.
 
16:15-17:00 | Coquetel de encerramento 


O Museu da Vida está localizado no campus da Fiocruz em Manguinhos, na avenida Brasil, nº 4.365. O evento está sendo promovido pelo Núcleo de Estudos da Divulgação Científica do Museu da Vida, com apoio do Mestrado em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde da Casa de Oswaldo Cruz e do INCT de Comunicação Pública da Ciência e Tecnologia.

Publicado em 19/8/2019.

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas 55 21 2590-6747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm Johnson & Johnson Nova Rio conheça