Ir para o conteúdo

Em 2017, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) contou com a participação dos alunos da Especialização em Divulgação e Popularização da Ciência e do Mestrado em Divulgação da Ciência, da Tecnologia e da Saúde. A iniciativa fez parte da disciplina de Práticas em Divulgação Científica, ministrada pelas professoras Hilda Gomes e Monica Dahmouche.

Promovido pelo Museu da Vida, Casa da Ciência/UFRJ, Fundação Cecierj, Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast) e Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, o curso é destinado a profissionais de diversas áreas. Durante as três semanas que antecederam a SNCT, os alunos foram divididos em grupos e fizeram uma espécie de estágio no Museu da Vida, Mast e Jardim Botânico para conhecer departamentos e projetos destas instituições e, assim, vivenciar a divulgação científica. Na SNCT, foi o momento de por tudo em prática.

No Museu da Vida, os alunos participaram de diferentes atividades. Os biólogos Fabio Cunha, Thiago Vicente e Nathalia Lima ajudaram a promover a Trilha Científica Oswaldo Cruz, reinaugurada recentemente. No estande, Fabio explicava a diversidade de plantas que existe no campus da Fiocruz e Nathalia falava da formação geológica da área de Manguinhos. Já Thiago foi o responsável por levar o público para conhecer a trilha. Os alunos foram auxiliados por Miguel de Oliveira e Suzy Aguiar. “A trilha estava parada e foi relançada em agosto de 2017. Então, ajudamos a atualizar o folder da trilha e também na mediação”, explicou Fabio.

O grupo formado pelo jornalista Vinícius Ferreira, a bióloga Alice Campos e a graduada em letras Monique Feder produziu posts para as mídias sociais do Museu da Vida. “Nosso principal objetivo era convidar o público a estar conosco na SNCT e, por isso, produzimos um material bem leve e divertido”, ressaltou Alice. Os alunos foram orientados pelo jornalista Luís Amorim.

A veterinária Tatiana Kugelmeier, do Instituto de Ciência e Tecnologia em Biomodelos (ICTB), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), estagiou em diversos departamentos do Museu da Vida e na SNCT ficou no estande do ICTB falando sobre técnicas de redução e refinamento de biomodelos. Para ela, a melhor parte é poder compartilhar o conhecimento e ter o retorno positivo dos visitantes. “Fico feliz quando as pessoas demonstram que entenderam ou fazem perguntas. É a prova de que nosso trabalho está valendo a pena”, afirma.

Publicado em 1/11/2017
Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas 55 21 2590-6747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm Nova Rio conheça