Ir para o conteúdo

Mais um especial Top 10 do podcast Brasil es mucho más que samba está no ar com o melhor do rap nacional e - claro! - fazendo aquela boa conexão com a ciência e a divulgação científica!

Nesta edição, o programa do Centro de Estudios Brasileños da Universidade de Salamanca, que segue juntinho em parceria com o Museu da Vida, apresenta quatro músicas do projeto Rap e Ciência, que aconteceu na Fiocruz entre os meses de outubro de 2018 e novembro de 2019.

Moradores de favelas do Rio de Janeiro, a rapper Helen Nzinga, a travesti multi-artista Elaiô Vavío, o rapper Xandy MC e o rapper-compositor Lucas Barbosa Chaga$ fizeram parte do projeto, que uniu os quatro artistas e a produtora cultural Janina Felix na criação de músicas baseadas em temas científicos.

Nas letras das músicas, os artistas enfatizam a falta de saneamento básico e doenças como dengue, zika e chikungunya, dialogam com jovens sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), abordam a relação entre drogas - legais e ilegais - e saúde pública, além da questão da saúde mental, especialmente no caso de moradores de favelas. As batidas são inspiradas em diferentes ritmos, como o funk carioca, além de outros ligados ao universo do rap. 

Curtiu? Aumenta o som e vem com a gente nesse podcast! 

 

Publicado em 31 de março de 2021

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas 55 21 3865-2138

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

Johnson & Johnson ibm conheça